Cervo-almiscarado-siberiano
O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo do nordeste asiático, encontrado em países como República Popular da China, Cazaquistão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Mongólia e Rússia. Atualmente é classificada como uma espécie ameaçada.

Este texto é um excerto do artigo Cervo-almiscarado-siberiano da enciclopédia livre Wikipédia. Na Wikipédia, está disponível uma lista dos autores.
Em pt.wikipedia.org, o artigo Cervo-almiscarado-siberiano foi consultado 63 vezes nos últimos 30 dias. (Versão: 20.01.2015)
Imagens referentes a Cervo-almiscarado-siberiano
Imagem de visualização:
Original:
Resultados da pesquisa em Google e Bing
1
>30
1
Cervo almiscarado siberiano – Wikipédia, a enciclopédia livre
O Wikispecies tem informações sobre: Cervo almiscarado siberiano. O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo ...
pt.wikipedia.org/wiki/Cervo_almiscarado_siberiano
2
>30
2
Moschidae – Wikipédia, a enciclopédia livre
As quatro espécies do cervo-almiscarado que formam a família Moschidae são ... Moschus chrysogaster; Cervo-almiscarado-siberiano, Moschus moschiferus ...
pt.wikipedia.org/wiki/Moschidae
3
>30
3
Cervo almiscarado siberiano - Evolua Homo sapiens - Blogger
Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus). Nome popular: X. Nome inglês: X. Nome científico: X. Ocorrência: X. Tamanho: X. Alimentação: X.
evoluahomosapiens.blogspot.com/2013/06/cervo-almiscarado-siberiano-moschus.html
4
>30
4
Cervo Almiscareiro - Ache Tudo e Região
A variedade que é comercializada é a secreção do cervo-almiscarado, porém ... Karbardin ou Russo ( Siberiano ), importado da Ásia Central através da Rússia ...
www.achetudoeregiao.com.br/animais/almiscareiro.htm
5
>30
5
tradução de CERVO ALMISCARADO SIBERIANO - traduzir CERVO ...
traduções de CERVO ALMISCARADO SIBERIANO (português)
tradutor.sensagent.com/traducao/CERVO%20ALMISCARADO%20SIBERIANO/pt/traduzir.html
6
>30
6
CERVO ALMISCARADO SIBERIANO : definição de ... - Sensagent
definição de CERVO ALMISCARADO SIBERIANO e sinónimos de CERVO ALMISCARADO SIBERIANO (português), antónimos, rede semántica e tradutores ...
dicionario.sensagent.com/CERVO%20ALMISCARADO%20SIBERIANO/pt-pt/
7
>30
7
RSN: Moschus moschiferus - BioData - GEOCITIES.ws
Moschus moschiferus; Cervo-almiscarado-siberiano. Figura de um espécime. Clique para ampliar. 2005/07/10 Rafael Silva do Nascimento 16/07/2005 ...
www.geocities.ws/rsn_biodata/Data/Moschus_moschiferus.html
8
>30
8
Siberian Musk Deer: Moschus moschiferus - ARKive
Learn more about the Siberian musk deer - with amazing Siberian musk deer videos, photos and facts on ARKive.
www.arkive.org/siberian-musk-deer/moschus-moschiferus/
9
>30
9
Noah's Ark Brasil: Cervo almiscarado siberiano
21 jul. 2013 ... O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo do nordeste asiático, encontrado em países como ...
noahsarkbrasil.blogspot.com/2013/07/cervo-almiscarado-siberiano.html
10
>30
10
Moschus moschiferus - Wikispecies
19 Lis 2013 ... polski: Piżmowiec português: Cervo almiscarado siberiano русский: Кабарга саха тыла: Бүүчээн suomi: Myskihirvi svenska: Sibiriskt myskdjur
species.wikimedia.org/wiki/Moschus_moschiferus
Resultados da pesquisa para "Cervo-almiscarado-siberiano"
Google: aprox. 4.220
Cervo-almiscarado-siberiano na Ciência
Cervo almiscarado siberiano – Wikipédia, a enciclopédia livre
O Wikispecies tem informações sobre: Cervo almiscarado siberiano. O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo ...
Harakirilx: O Conhecimento além do Sistema | Tudo o que não ...
25 out. 2013 ... O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano é um animal nativo do nordeste ... mudando depois para filosofia, na universidade de Berlim.
Cervo Almiscareiro - Ache Tudo e Região
A variedade que é comercializada é a secreção do cervo-almiscarado, porém ... Karbardin ou Russo ( Siberiano ), importado da Ásia Central através da Rússia ...
Jardimtudo: Julho 2012 - Blogger
3 jul. 2012 ... Excelentes universidades e escolas particulares atraíram jovens e pais. .... cervo-almiscarado siberiano, o veado vermelho, o esquilo siberiano ...
Javali – Wikipédia, a enciclopédia livre - Uproxy.co.uk
20 nov. 2013 ... Tesis Doctoral, Universidade da Estremadura, Cáceres. ... M. leucogaster; Cervo-almiscarado-siberiano (M. moschiferus); M. berezovskii ...
Ecossistemas - Inglês - Ciência
... Galeirão - Pato Mergulhão - Rato almiscarado – Musaranho Ecossistema de poça ... silvestre - Esquilo vermelho - Marta – Cervo Ecossitema de campos alpinos. ... Besouro carabídeo alpino - Gafanhoto siberiano - Salamandra - Lagarto da ... e Humanidades da Universidade de São Paulo, com apoio da Universidade ...
'Tigre dente-de-sabre mordia mais fraco que leão'
Os pesquisadores da Universidade de Newcastle, em Callaghan, ..... ou cervo almiscarado siberiano, para o nome popular politicamente ...
Desenvolvimento de consultas Google
Registos de blog referentes ao termo
Cervo-almiscarado-siberiano
Evolua Homo sapiens: Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus)
evoluahomosapiens.blogspot.com/2013/06/cervo-almiscarado-siberiano-moschus.html
Cervo almiscarado siberiano – Wikipédia, a enciclopédia livre
pt.wikipedia.org/wiki/Cervo_almiscarado_siberiano
Noah's Ark Brasil: Mamíferos - Cervo almiscarado siberiano
O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo do nordeste asiático, encontrado em países como China, Cazaquistão, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Mongólia e Rússia. Atualmente é classificada como uma espécie ameaçada..
noahsarkbrasil.blogspot.com/2013/07/cervo-almiscarado-siberiano.html
BiologiAtiva: Cervo Almiscarado
O Almiscareiro ou Cervo almiscarado siberiano (Moschus moschiferus) é um animal nativo do nordeste asiático, encontrado em países como China, Casaquistão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Mongólia e Rússia. Atualmente é classificada como uma especie ameaçada..
biologiativa3555.blogspot.com/2012/06/cervo-almiscarado.html
A Essência ou a Vida? | Harakirilx: O Conhecimento além do Sistema
A Essência ou a Vida? Perfume "Tanto a palavra portuguesa “perfume”, como a correspondente francesa parfum, a italiana profumo e a inglesa perfume derivam do latim “fumus”, palavra que nos transporta para um cenário fumegante, numa referência às nuvens de fumaça perfumada que subiam aos céus durante os ritos de homenagem aos deuses. É, pois, quase certo que o perfume…
harakirilx.wordpress.com/2013/10/20/a-essencia-ou-a-vida/
O Blog Do Bruno Chaves: Cervo Almiscarado da Floresta Chinês
O Cervo Almiscarado da Floresta Chinês é um Mamífero do Grupo dos Cetartiodactyla. É encontrado na Ásia.
brunochavesanimais.blogspot.com/2012/01/cervo-almiscarado-da-floresta-chines.html
Jardimtudo: 6 belezas naturais declaradas Patrimônios Mundiais da UNESCO
Seguindo as recomendações da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), a UNESCO acrescentou seis locais a sua lista de Patrimônio Mundial. Com a decisão feita em São Petersburgo, na Rússia, ontem, o número de sítios naturais e mistos (naturais e culturais) se tornou 217.
jardimtudo.blogspot.com/2012/07/6-belezas-naturais-declaradas_03.html
Cervo Almiscareiro
Moschus moschiferus
www.achetudoeregiao.com.br/animais/almiscareiro.htm
MIX DE SABEDORIAS: ALMÍSCAR - Animal, vegetal e artificial
ALMÍSCAR - Animal, vegetal e artificial Óleo aromático de odor penetrante, almíscar ou musk era originalmente extraído de uma glândula - muskpod da região abdominal, próxima a cauda do cervo almiscarado. O vocábulo muská que vem do sânscrito significa testículo. Denomina-se muscone o composto odorífero, que até o século IX era obtido apenas das secreções animais. Atualmente, além de similares botânicos, existem inúmeros sintéticos disponíveis. Relatos apontam na Índia, do Império Bizantino, o foco de propagação do uso de almíscar como afrodisíaco, o que foi incorporado na cultura árabe. O produto da glândula musk pod era retirado principalmente do veado almiscareiro ou Moschus moschiferus, depois de abatido. Pasta obtida deste material, após secagem ao sol ou imersão em óleo seco, era transformada em granulado púrpura escura, untuoso e escorregadio ao tato, com odor enfumaçado, seco e de gosto amargo. Estas eram características do produto de boa qualidade, que misturado ao álcool fornecia uma tintura concentrada. Diluído, exalava aroma agradável e abstratamente animalic. Alguns conceitos sugeriam odor límpido, terroso lembrando couro ou mesmo a fragrância adocicada da pele dos bebês. Tonkim ou a variedade originária do Tibet-China é tida como a de melhor qualidade, seguindo-se o Musk Assam ouAlmíscar Bengala da Índia, Musk Russo e Musk Bukharan da antiga União Soviética conform citado por Falbe e Regitz em 1995. A qualidade das essências a base de almíscar dependiam da matéria prima que lhe era adicionada. No Livro "A Arte da Perfumaria", autoria de Piesse e George William Septimus, em 1857 era citada uma fórmula para um essência de almíscar que preconizava: Extrato de almíscar - 1litro extrato de ambergris - 1/2 litro extrato triplo de rosa - 1/4 de litroEsta preparação resultava num extrato de almíscar muito doce e agradável. Também relatavam o preparo em óleo de sândalo, a base dos attars( perfumes orientais). Quatro espécies de Musk deer, da família Moschideae são conhecidas: Moschus crysogaster - Cervo almiscarado himalaio. Moschus moschiferus - Cervo almiscarado siberiano Moschus brezovckii - Cervo almiscarado anão. Moschus fuscus - cervo almiscarado preto. Apesar de incluídos na listagem da Convention on the International Trade in Endangered Species of Wild Flora and Fauna ou CITES, e protegidos no documento elaborado pelos membros do World Conservation Union ou IUCN, calcula-se que na China e Japão, milhares de animais foram clandestinamente abatidos após 1979. Este consenso ou acordo internacional protege cerca de centenas de espécies animais e vegetais ameaçadas de extinção pela exploração predatória. Aprimorado por várias reformulações, este movimento começou com a adesão de 80 países e hoje tem 191 listados, incluindo os Emirados Árabes Unidos, grandes produtores de perfumes. Existe um controle severo, passível de penalidades aos países que permitirem exportação e importação das espécies relacionadas. Apesar da restrição ao abate dos animais, e a extração de partes ou de secreções de qualquer natureza, encontra-se facilmente almíscar animal (usável em perfumaria) para venda on line, ao preço aproximado de 4000 USD o quilograma. Os sites que disponibilizam a venda não especificam a origem apenas relatam que os animais não foram abatidos e o produto obtido através da bexiga (?). Além da possibilidade de contaminação química e microbiológica parece evidente que há sofrimento para a espécie da qual é extraído tal produto. Glândulas produtoras de almíscar foram encontradas em roedores aquáticos - Ondatra ou Ondatra zibethicus -Linnaeus, também conhecidos como muskrat ou comonn muskrat. Animais da família Muridae fornecem substância odorífera de extrema qualidade e com aroma dos mais agradáveis. Em 1925 a companhia suiça Firmenich desenvolveu o composto exaltone, baseado na molécula decyclopentadecanone, um dos principais constituintes do almíscar da Ondrata. Esta produção fundamentou-se na pesquisa de Leopoldo Ruzicka - prêmio Nobel em química no ano 1939, e o produto obtido de aroma limpo, agradável e intenso é considerado um dos mais belos similares de muscone. Da Austrália e da Tasmânia vem o pato almiscareiro, ou musk duck - Biziura lobata - que apresenta glândula do uropígio, produtora da secreção almiscarada, próxima da inserção das penas caudais. Espécies similares são musk shrew e musk beetle. Do Arizona ao Texas é habitat da tartaruga almiscarada conhecida como musk turtle ou common musk turtle -Sternotherus odoratus. Outros animais produzem almíscar - crocodilos e cobras - porém a extração é economicamente inviável, para sorte deles. ORIGEM VEGETAL Várias denominações identificam a espécie vegetal Angelica Archangelica Angelica - Inglês India Angelique - Francês Hierba de Los Angeles - Espanhol Angelica arcangelica - Italiano Ch lien-tu - Chinês Arcangelica, Erva-do-espírito santo, Jacinto da Índia - Português. Raízes e frutos desta planta euroasiática fornecem óleo aromático. Conhecida pelas propriedades antinflamatórias, antissépticas, antitóxicas, antiácida e depurativa, susita cuidados no, uso pois altas concentrações podem induzir paralisia do Sistema Nervoso e reações de hipersensibilidade à luz. A planta seca deve ser manuseada com cuidado, de preferência usando luvas, para evitar dermatites de contato. Na medicina alternativa é usada como fitoterápico, no tratamento de anorexia nervosa, cistites, bronquites e distúrbios do ciclo menstrual. Das raízes se obtém óleo essencial de odor ambarino, intensidade mediana, ligeiramente incensado, ou especiado, cremoso, herbáceo e almiscarado. Hibiscus ou Musk Seeds é classificado na nomenclatura botânica como Abelmoschus moschatus ou Hibiscus abelmoschus L.que a literaura relaciona como Ambrette seeds, musk mallow, musk okra, ornamental okra, annual hibiscus, yorka okra, galu gasturi, bamia moschata, rose mallow seeds, seeds ambarillo, ambarina, abelmoscho, semilla de Santa helena, algalia, grana moscada, almíscar negro entre outros.Planta aromática da família Malvaceae, nativa da Índia possui sementes de odor floral, doce, levemente ambarado e similar ao almíscar animal, produzindo excelente óleo essencial, rico em ambrettolide. Também exige cuidados, pois o musk mallow oil pode provocar reações de fotosensibilidade, o que tem restringido seu uso.Situação semelhante percebemos no uso dos óleos de tangerina (cítricos em geral) e cominho. Destina-se a inúmeros fins medicamentosos devido as ações como antiespasmódico do trato digestório, tratamento de DST ( Doenças Sexualmente Transmissíveis) incluindo gonorréia, antitóxico na picada de ofídios, repelente de insetos (estudos recentes) e possível afrodisíaco. Mimulus ou Musk Flower - Mimulus moschatus, nativo da América do Norte, da Califórnia até as montanhas do Colorado, apresenta odor doce e almiscarado. Muskwood ou Olearia argophylla, também conhecida por daisy bush, musktree e silvershrub tem inflorescência delicada , do branco ao amarelo, e característico odor almiscarado.Pode ser encontrada nas Guianas, Caribe, Austrália, Nova Gales do Sul, Tasmânia e Victoria. ALMISCAR BRANCO - ou sintético. Substâncias almiscaradas, desenvolvidas em laboratório, estão divididas em três grupos: Nitro-musk Policyclic musk Macrocyclic musk Nitro-musk Testando compostos cíclicos, em 1888, Bauer acidentalmente descobriu uma formulação aromática cujo odor lembrava o alpíscar de origem animal. Daquela época para a atutual aprimoramentos levaram à compostos importantes como Musk Baur ou Tonquinol , Ketone, Xylene, Ambrette e Moskene. Policyclic-Musk Após a segunda guerra mundial, modificações nas estruturas químicas das substâncias que já existiam trouxeram a luz sobre os policíclicos, que substituiíam os nitro-musks por serem menos tóxicos e mais estáveis. Geralmente eram usados como aromatizantes de produtos de limpeza e lavanderia, provocando o apreciado cheirinho de roupa limpa, de pele recentemente banhada. Os mais comercializados foram Galaxolide ou HHCB, Tonalide ou Musk plus AHTN, Phantolide, Celestolide ouCrysolide e Traesolide. Macrocyclic MuskConhecidos comercialmente como civetone e muscone, são as moléculas que atualmente mais se aproximam do original e natural almíscar Tonkin. Macrocíclicos derivados de plantas, como a Angelica, são grandes moléculas chamadas lactonas e os de origem animal são as cetonas. Estas moléculas não eram sintetizadas (artificialmente) até os anos 90 devido as dificuldades para reproduzir sua estrutura complexa. Considera-se que parte da população humana é anosmica ( não sente cheiro) em relação à estes macrocíclicos naturais, devido ao tamanho da molécula, que não seria capaz de ser capturada pelos receptores da mucosa olfativa . TOXIDEZ Estudos tem demonstrado que resíduos da matéria prima usada para obtenção destas substâncias sintéticas, assim como sua degradação no ambiente, as tornam poluentes das águas e solos, e conseqüentemente plantas, chegando ao homem através da cadeia alimentar, principalmente pelo consumo de peixes e outros animais aquáticos. Comprovações recentes indicam que existe acúmulo de almíscar ( ingerido ou absorvido através da pele) nas células adiposas (gordura) do corpo e leite materno. Com exceção de alguns nitro-musks mutagênicos, presume-se que o risco de patologias pela indução de enzimas hepáticas (do fígado), seja diminuto, principalmente considerando as quantidades acumuladas. Entretanto estes estudos prosseguem, pois se faz necessário amlpiar dados facilitando o gerenciamento destas sustâncias, no intuito de preservar a saúde humana, concluindo se tal absorção na pele, pode ou não ser nociva. "TODA A NOSSA CIÊNCIA, COMPARADA COM A REALIDADE, É PRIMITIVA E INFANTIL - E, NO ENTANTO, É A COISA MAIS PRECIOSA QUE TEMOS". Albert Einstein Imagens: Créditos para Shuldei/Leipizig Zoo, John L Treveten, J.
mixdesabedorias.blogspot.com/2013/01/almiscar-animal-vegetal-e-artificial.html
123