José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz
D. José Xavier de Noronha Camões de Albuquerque de Sousa Moniz (24 de abril de 1741 - Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 1811) foi 6.º conde de Vila Verde, 4.º Marquês de Angeja.
Acompanhou a família real ao Brasil, em 1807, onde chegou ao elevado posto de marechal do exército. Gentil-Homem da câmara da rainha D. Maria I de Portugal, grã-cruz da Ordem de Santiago e da Torre Espada (antiga), 10.º senhor das vilas de Angeja, Bemposta e parte da do Pinheiro, e 10.° senhor da mesma vila; comendador das comendas que andavam na casa de seu pai, em verificação de vida concedida nestes e outros bens da coroa e ordens, e mercê do Forte e Casas com todas as suas pertenças que naquela época ocupava e se achava em posse, situadas na Junqueira (Lisboa, Bairro de Belém), em propriedade e como patrimoniais, para ficarem unidas em morgado aos vínculos da sua casa, e de uma vida mais fora da Lei Mental, em remuneração dos serviços de seu pai, por decreto de 14 de Junho de 1804.
Foi conselheiro de Estado e do Conselho Supremo Militar e de Justiça no Rio de Janeiro; presidente do desembargo do Paço, da Mesa da Consciência e Ordens, e da Junta da Administração do Tabaco; padroeiro da igreja de São João da Praça de Lisboa; tenente-general do exército, governador das armas da Corte.
Sucedeu à casa e a todas as honras de seu pai a 11 de março de 1788. Por decreto de 13 de maio e carta de 2 de junho de 1804, teve as honras de marquês parente, concedidas na regência do príncipe D. João, e por decreto de 14.6.1804 concessão de mais uma vida nos títulos da casa, fora da Lei Mental.

Este texto é um excerto do artigo José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz da enciclopédia livre Wikipédia. Na Wikipédia, está disponível uma lista dos autores.
Em pt.wikipedia.org, o artigo José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz foi consultado 28 vezes nos últimos 30 dias. (Versão: 07.07.2013)
Imagens referentes a José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz
Imagem de visualização:
Original:
- Anúncios -
Resultados da pesquisa em Google e Bing
1
>30
1
José Xavier de Noronha Camões de Albuquerque de Sousa Moniz ...
D. José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz (24 de abril de 1741 - Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 1811) foi 6.º conde de Vila ...
pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Xavier_de_Noronha_Cam%C3%B5es_de_Albuquerque_de_Sousa_Moniz
2
>30
2
José Xavier de Albuquerque Moniz e Sousa - Wikipédia - Wikipedia
José Xavier de Albuquerque Moniz e Sousa. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação, pesquisa. D. José Xavier de Noronha Camões ...
pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Xavier_de_Albuquerque_Moniz_e_Sousa
3
>30
3
Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa ...
Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa ... Pais de: D. José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz (1741-1811 ...
pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Jos%C3%A9_de_Noronha_Cam%C3%B5es_de_Albuquerque_Moniz_e_Sousa
4
>30
4
D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º ...
D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º marquês de ... Pai: D. Pedro José de Noronha Camões, 3º marquês de Angeja * 17.08.1716
www.geneall.net/P/per_page.php?id=12825
5
>30
5
D. João de Noronha Camões de Albuquerque e Sousa Moniz, 6º ...
Pai: D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º marquês de Angeja * 24.04.1741. Mãe: D. Francisca Teresa de Almeida * 22.09.1754.
www.geneall.net/P/per_page.php?id=23316
6
>30
6
D. Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa ...
Pai: D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º marquês de Angeja * 24.04.1741. Mãe: D. Francisca Teresa de Almeida * 22.09.1754.
www.geneall.net/P/per_page.php?id=49518
7
>30
7
José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º ...
19 Mar 2013 ... Genealogy for José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz, 4º marquês de Angeja (1741 - 1811) on Geni with over 100 million ...
www.geni.com/people/Jos%C3%A9-Xavier-de-Noronha-Cam%C3%B5es-Albuquerque-Sousa-Moniz/6000000019897533818
8
>30
8
D. José de Noronha, 4.º marquês de Angeja - O Portal da História
Angeja (D. José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz, 5. º conde de Vila Verde, 4.º marquês de). n. 24 de abril de 1741. f. 27 de ...
www.arqnet.pt/dicionario/angeja4m.html
9
>30
9
About: José Xavier de Noronha Camões de Albuquerque de Sousa ...
About: José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz. An Entity of Type : Thing, from Named Graph : http://pt.dbpedia.org, within Data ...
pt.dbpedia.org/resource/Jos%C3%A9_Xavier_de_Noronha_Cam%C3%B5es_de_Albuquerque_de_Sousa_Moniz
10
>30
10
José Xavier de Albuquerque Moniz e Sousa - Babylon 9 Translation ...
José Xavier de Albuquerque Moniz e Sousa. D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Sousa Moniz (24 de Abril de 1741 - 27 de Dezembro de 1811) ...
www.babylon.com/definition/Jos%C3%A9%20Xavier%20de%20Albuquerque%20Moniz%20e%20Sousa/
Resultados da pesquisa para "José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz"
Google: aprox. 868.000
José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz na Ciência
[PDF]Os Nascimentos dos Infantes D. Isabel Maria - Universidade do Porto
Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2004, p. .... Gualberta, Anna, Francisca d'Assis, Xavier de Paula, d'Alcantara, Antonia, Rafaela, Micaela, .... D. Pedro José de Noronha Camões de ... Albuquerque Sousa Móniz (1771-1804), 5Q.
Revista Brasileira de História - Mediações entre a fidalguia ...
Foi o bispo quem realizou, na Sé de Elvas, o casamento de D. José I com D. ..... de 1768 com D. José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz, ..... 1 Doutorando em História Social na Universidade de São Paulo, sob a ...
D. Caetano de Almeida Noronha, 8.º marquês de Angeja - Portugal ...
D. Caetano de Almeida Noronha, 8.º marquês de Angeja. ... Angeja (D. Caetano Gaspar de Almeida Noronha Portugal Camões Albuquerque Moniz e Sousa, 8. ... aulas, Carlos Zeferino Pinto Coelho, José da Silva Mendes Leal, Henrique Teixeira ... Matriculou-se em 1838 em direito na Universidade de Coimbra, e sendo ...
[PDF]TESE_Adriana Angelita da Conceição_versão corrigida - Biblioteca ...
16 abr. 2012 ... receber no Centro de História de Além-Mar (Universidade Nova de .... 3 José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz.
José Bonifácio de Andrada e Silva – Wikipédia, a enciclopédia livre
Era o ensino preparatório para o ingresso na universidade em Coimbra, para ... Horácio e Camões, e se indignou contra o "mostro horrendo do despotismo". .... José Bonifácio tudo inquiria e anotava, comenta Octávio Tarquínio de Sousa, .... brasileiro a ocupar um cargo semelhante - demitindo Marcos de Noronha e Brito.
Fado – Wikipédia, a enciclopédia livre - Wikipédia - Wikipedia
Painel do Fado por José Malhoa .... Foi ela quem popularizou fados com letras de grandes poetas, como Luís de Camões, José Régio, Pedro Homem de Mello, ... José Barata Moura, Sérgio Godinho, Carlos Alberto Moniz, Maria do Amparo, ... Muito ligado às tradições académicas da respectiva Universidade, o Fado de ...
Fundus - FrontOffice | Faculdade de Ciências da Universidade de ...
ALCIDES JOSÉ DOS PRAZERES CAETANO. ALCINA MARIA ... ANA CRISTINA MELO E SOUSA ALBUQUERQUE BARROSO ..... CATARINA ALEXANDRA HENRIQUES XAVIER. CATARINA ... CATARINA MARIA DE FIGUEIREDO BETTENCOURT MONIZ. CATARINA MOTA ... CÉLIA DA SILVA NORONHA RODRIGUES.
Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Francisco Xavier da Silva Pereira 1º barão ... D. Pedro José de Noronha D. Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa ... Formou-se em direito na Universidade de Coimbra, no ano 1874, tendo feito o curso com.
11 de março (uma terça-feira) de 2014: daqui 255 dias | diasde.com
1 abr. 2013 ... Dia Institucional da Universidade da Laguna ou "Día Institucional de la ... Dia Internacional de Solidariedade com a UPR [Universidade de ...
Políticos Portugueses da Monarquia Constitucional (1820-1910 ...
Organiza, juntamente com José António Guerreiro e o conde de Vila Flor, ... Bacharel, formado em Leis e em Cânones pela Universidade de Coimbra. ... Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José ... Caetano Gaspar de Almeida Noronha Portugal Camões de Albuquerque Moniz e Sousa.
livros referentes ao termo José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz
Resenha das familias titulares do Reino de Portugal acompanhada ...
Resenha das familias titulares do Reino de Portugal acompanhada ...
João Carlos Feo Cardozo de Castello Branco e Torres, Manuel de Castro Pereira de Mesquita, 1838
(NORONHA Moniz.) D. João DE NORONHA CAMõEs DE ALBUQUERQUE SoUsA MoNIz, 6.° Marquez e ll.° Sr. de Angeja, 8.' Conde e 17." Sr. de Villa Verde, Gentil-Hom. da Camara d'E. R. D. João VI, Par do Reino em 1826, G. Cruz das ...
La Divina Commedia / A Divina Comédia - Edição Bilíngue (Italiano-Português)
La Divina Commedia / A Divina Comédia - Edição Bilíngue (Italiano-Português)
Dante Alighieri, Ludmig e José Pedro Xavier Pinheiro, 2013
Edição bilíngue (italiano-português) de "A Divina Comédia", obra prima de Dante Alighieri, traduzida para o português por José Pedro Xavier Pinheiro.Com o intuito de facilitar a leitura desta obra em dispositivos móveis, a tradução de cada terceto é apresentada logo abaixo do terceto original em italiano. Para melhorar a visualização, o t...
Brasões da sala de Sintra
Brasões da sala de Sintra
Anselmo Braamcamp Freire, 1973
Angeja (Marquês de), 2.e, D. António de Noronha, 147, 212-a. Angeja (Marquês de), 3.°, D. Pedro de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa, 212-a. Angeja (Marquês de), 4.0, D. José Xavier de Noronha Camões Albuquerque e ...
A Divina Comédia [com notas e índice ativo]
A Divina Comédia [com notas e índice ativo]
Dante Alighieri e José Pedro Xavier Pinheiro, 2012
A Divina Comédia propõe que a Terra está no meio de uma sucessão de círculos concêntricos que formam a Esfera armilar e o meridiano onde é Jerusalém hoje, seria o lugar atingido por Lúcifer ao cair das esferas mais superiores e que fez da terra santa o Portal do Inferno. Portanto o Inferno, responderia pela depressão do Mar Morto onde todas as água...
A Divina Comédia
A Divina Comédia
Dante Alighieri, José Barbosa Machado e José Pedro Xavier Pinheiro, 2010
Esta edição da "A Divina Comédia" baseia-se na tradução em verso de José Pedro Xavier Pinheiro (1822-1882), tendo sido atualizada e revista para o Português Europeu.Texto segundo o Novo Acordo Ortográfico.
Grande enciclopédia portuguesa e brasileira: Ilustrada com cêrca ...
Grande enciclopédia portuguesa e brasileira: Ilustrada com cêrca ...
Foi 5° conde, D. António José Xavier de Noronha Camões Albuquerque Moniz e Sousa, filho do 4.° conde, n. a ... conde, seu irmão (C. de 29-111-1764), D. José Xavier de Noronha Camões de Albuquerque Sousa Moniz, 4.° marquês de ...
Estudios em homenagem a Luís António de Oliveira Ramos
Estudios em homenagem a Luís António de Oliveira Ramos
Francisco Ribeiro da Silva, 2004
D. Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Sousa Moniz (1771-1804), 5g marquês de Angeja D. Francisco da ... de Saldanha Albuquerque Coutinho Matos e Noronha (1755-1827), 2e conde da Ega José Francisco Xavier Maria de  ...
Desenvolvimento de consultas Google
Registos de blog referentes ao termo
José xavier de noronha camões de albuquerque de sousa moniz
BERNARDINO MACHADO
Residências de Bernardino Machado em Lisboa Bernardino Machado residiu, de 1888 a 1895, na Rua da Junqueira, no r/c do Palácio de Angeja; durante este período foi Deputado, Par do Reino, Ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria no ministério do Partido Regenerador, presidido por Hintze Ribeiro, e Grão-Mestre da Maçonaria Portuguesa. Anteriormente, após a sua eleição para deputado, quando veio viver para Lisboa (1882), instalou-se primeiro na Rua do Tesouro Velho (a actual Rua António Maria Cardoso), depois na Rua do Quelhas, e em seguida na Rua do Conselheiro Nazaré (hoje, Rua Leão Oliveira, ao Calvário).
manuel-bernardinomachado.blogspot.com/2010/05/residencias-de-bernardino-machado-em.html
255 Dias de, em 11 de março (uma terça) de 2014: daqui 246 dias.
diasde.com/11-de-marco/
Rito Antigo e Primitivo MempHis Misraim: Maçons em Portugal
- D. José I ? - D.
primeirovigilante.blogspot.com/2011/09/macons-em-portugal.html
Pitoresco - A Arte dos Grandes Mestres: Eventos em destaque no dia 11 de março de 2013 (Fonte> Wikipedia)
Pitoresco - Principal Brasilia Para saber o fuso horário de outras cidades do mundo, clique em http://is. gd/PQIvZ3 compteur gratuit WEBCAM's São Paulo: Edifício Copan, Hilton e Igreja da Consolação http://is.
pit935.blogspot.com/2013/03/eventos-em-destaque-no-dia-11-de-marco.html
Marinha de Guerra Portuguesa: Quadros da Armada Real Portuguesa I
Quadros de Oficiais Generais da Marinha Comandantes da ArmadaO cargo de Capitão-Mor-do-Mar evoluiu, ao longo dos séculos, até chegar ao século XVIII, já meramente honorífico, sob a designação de Capitão-General da Armada Real e dos Galeões de Alto Bordo do Mar-Oceano. Os seus últimos titulares foram, respectivamente, D.
marinhadeguerraportuguesa.blogspot.com/2011/02/quadros-da-marinha-real-portuguesa_03.html
Cabo Carvoeiro Memorias: Os Condes de Peniche
Por: Fernando EngenheiroConforme referi no número anterior, depois da morte no cadafalso, a 18/1/1759, do 11° Conde de Atouguia, D. Jerónimo de Ataíde, que havia herdado a Casa e o título de seu pai, o 10.
cabo-carvoeiro-historico.blogspot.com/2009/04/os-condes-de-peniche.html
Silêncios e Memórias: [0241.] Dicionário no Feminino
[2005] - Letra M (2) - Maria Baldemero Blanco Macias Maria Bárbara Júdice da Costa Maria Barreira Maria Barreto Maria Barroso Pereira Vitorino Maria Batista dos Santos Guardiola Maria Beatriz dos Santos Cordeiro Maria Beatriz Pimentel de Faro Maria Beatriz Simões de Almeida Maria Benedita Albuquerque Maria Benedita de Oliveira e Sá Maria Benedita Mouzinho de Albuquerque Pinho Maria Bernardes Callarão Maria Berta Paneiro Duarte Maria Bombelli de Aguiar Maria Branco da Silva Maria Brazão Maria Brígida de Sousa Maria C. Arcizet Rodrigues Maria C.
silenciosememorias.blogspot.com/2010/12/246.html
Não votem em corruptos, pensem!: Património da maçonaria ultrapassa 30 milhões... Os maçons têm acesso ao dinheiro público?
O aumento de 60% nos descontos para a Segurança Social, já terá um triste destino marcado? Fundações, organismos do oculto secretos e onde proliferam nomes ligados a casos obscuros, pendentes na justiça ou prescritos, poderão ser considerados de utilidade pública???Em Portugal sim. .
apodrecetuga.blogspot.com/2013/01/patrimonio-da-maconaria-ultrapassa-30.html
Cristãos-Novos: Judeus-Velhos | Pedro de Albuquerque
um blog sobre poesia, literatura e política.
pedrodealbuquerque.wordpress.com/2010/07/16/cristaos-novos-judeus-velhos/
Almanaque Republicano: O SINDICALISMO EM PORTUGAL – MANUEL JOAQUIM DE SOUSA
M. J.
arepublicano.blogspot.com/2013/06/o-sindicalismo-em-portugal-manuel.html
123