Manoel Maurício de Albuquerque
Manoel Maurício de Albuquerque (Estado de Alagoas, 1927 - Rio de Janeiro, 1981) foi um professor, geógrafo e historiador brasileiro.
Sobre a vida e a obra desse pesquisador, Eulália Maria Lahmeyer Lobo publicou o livro Manoel Maurício de Albuquerque: mestre-escola, bem-amado, historiador maldito (1987) [1].
Seu nome foi postumamente reverenciado com a criação do Centro de Estudos Manoel Maurício de Albuquerque, o CEMMA, que tem como objetivo principal preservar a imagem de seu patrono [2].
No bairro de Anchieta, Rio de Janeiro, existe o Colégio Estadual Professor Manoel Maurício de Albuquerque desde 1984.[3].
Biografia
Manoel Maurícío de Albuquerque era bacharel e licenciado em História e Geografia pela antiga Faculdade de Filosofia da Universidade do Brasil, hoje IFCS/UFRJ. Lecionou no antigo ginasial (hoje, ensino médio) e em cursos pré-vestibulares, no Rio de Janeiro. Foi professor assistente de História do Brasil no IFCS/UFRJ, titular de História Econômica do Brasil na PUC do Rio de Janeiro e professor titular de História Diplomática do Brasil e História da América no Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores. Manoel Maurício foi conferencista em cursos de aperfeiçoamento no Arquivo Nacional, no Conselho Nacional de Geografia e no IBGE, além de ter ocupado o função de geógrafo do Conselho Nacional de Geografia. Foi documentarista do extinto Instituto Nacional de Imigração e Colonização. Em sua obra de historiador, além de obras didáticas destinadas ao Ensino Médio - e um Atlas Histórico Escolar (obra coletiva, 1983) [4] -, destaca-se seu principal livro, Pequena História da Formação Social Brasileira (1981) [5]. Cassado pelo AI-5, foi posteriormente preso e torturado, tendo vivido até a anistia a experiência de lecionar em cursos pré-vestibulares, onde continuou a produzir uma legião de admiradores, como o jornalista Paulo Henrique Amorim, que escreveu sobre "o China", apelido com o qual era carinhosamente tratado por seus amigos/alunos [6] [7].
Consta, no portal do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro: "Os documentos que compõem a Coleção Particular Manoel Maurício de Albuquerque [1.618 volumes] foram doados ao Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro pelo professor e amigo José Luiz Werneck da Silva, em 25 de maio de 1983" [8].
Sobre Manoel Maurício, Luiz Sergio Dias (Coordenador Acadêmico do CEMMA, Doutor em História Social pela UFRJ) escreveu: "Manoel Maurício de Albuquerque é, como outros mestres, personagem daqueles livros. Cassado pelo AI-5, foi posteriormente preso e torturado, tendo vivido até a anistia a experiência de professores que, afastados arbitrariamente do mundo acadêmico, buscaram em cursos pré-vestibulares uma digna sobrevivência. Foi justamente nesse momento que a erudição e a sensibilidade, somadas ao afloramento de uma consciência política acentuada, levaram-no a uma atividade professoral quase catequética. Das aulas em 'cursinhos' às palestras para artistas, sem descurar dos cursos de conscientização político-ideológica, Manoel Maurício entendeu que aquela era a sua luta contra o obscurantismo ditatorial. A um certo amargor pela indiferença de alguns antigos pares acadêmicos pela sua cassação, opôs o fervor da ação política intelectual temperada pela alegria, pelo humor e por pitadas de mordacidade que tornaram-no o 'Maneco', um professor amado por muitos dos seus alunos. Quando o dinamismo político levou-o a encontrar tempo para escrever, o fruto do seu trabalho – Pequena História da Formação Social Brasileira – praticamente prenunciou a sua morte. Assim, não teve tempo de polemizar, o que deveria ser um dos seus desejos políticos. Mas, pelo menos, morreu entre livros, na Livraria Ivo Alonso, em 1981, junto à professora e amiga Eulália Lobo que, como ele, sofrera com a cassação e a prisão" [9].
O jornalista Paulo Henrique Amorim escreve sobre Manoel Maurício
"O meu professor inesquecível foi um professor de História chamado Manoel Maurício de Albuquerque, também conhecido como 'China'. O professor Manoel Maurício tinha evidentemente, para merecer o apelido, os olhos meio puxados, embora fosse [alagoano]. Não tinha nada de chinês. Ele fumava ininterruptamente, dava aula fumando e equilibrava o giz e o apagador com a mesma mão com que administrava o cigarro. Me lembro dele com uma profunda emoção, me sensibilizo até hoje.
Eu fui aluno dele no curso ginasial, no curso clássico e depois na faculdade. Eu comecei a estudar com ele História das Américas e me lembro muito bem que ele nos ajudou a colocar o Brasil em perspectiva, dentro da visão do mundo ibérico, com os vizinhos de língua espanhola, nos mostrou a história fantástica de Bolívar e nos falava de Thomas Jefferson. Isso foi no segundo ano ginasial. Depois, no curso clássico, ele dava aula de História do Brasil, e me lembro dele nos falando de história colonial e nos fazendo ler Capistrano de Abreu.
Mas o meu melhor momento de convivência com o professor Manoel Maurício foi quando entrei na universidade, na PUC, para estudar Sociologia. Ele nos deu aula de história e nos levou a ler Gilberto Freyre. Fizemos uma leitura monitorada por ele, guiada por ele, de Casa-Grande e Senzala. Acho que é um patrimônio que carrego comigo até hoje.
Além disso, o professor Maurício nos orientou. Eu estudava no Colégio Aplicação, no Rio de Janeiro, onde fiz o ginásio e o clássico. O professor Manoel Maurício foi o nosso guia numa excursão que fizemos a Ouro Preto e a todo o barroco de Minas. Fomos a Congonhas, Mariana, Tiradentes, Ouro Preto, passamos duas semanas inesquecíveis. Eram 40 garotos e garotas de ginásio e foi uma farra monumental. Visitávamos aquelas igrejas, acompanhávamos o Aleijadinho, Congonhas do Campo e tudo aquilo sob os olhos quase que cúmplices do professor Manoel Maurício, que também era um profundo conhecedor da história do barroco mineiro. Além de outras virtudes, conhecia a história do barroco mineiro muito bem e isso também é um patrimônio cultural que eu carrego comigo e devo a esse grande professor, Manoel Maurício de Albuquerque". [10]

Este texto é um excerto do artigo Manoel Maurício de Albuquerque da enciclopédia livre Wikipédia. Na Wikipédia, está disponível uma lista dos autores.
Em pt.wikipedia.org, o artigo Manoel Maurício de Albuquerque foi consultado 122 vezes nos últimos 30 dias. (Versão: 07.02.2014)
Imagens referentes a Manoel Maurício de Albuquerque
Imagem de visualização:
Original:
- Anúncios -
Resultados da pesquisa em Google e Bing
1
>30
1
Manoel Maurício de Albuquerque – Wikipédia, a enciclopédia livre
Manoel Maurício de Albuquerque (Estado de Alagoas, 1927 - Rio de Janeiro, 1981) foi um professor, geógrafo e historiador brasileiro. Sobre a vida e a obra ...
pt.wikipedia.org/wiki/Manoel_Maur%C3%ADcio_de_Albuquerque
2
>30
2
Colégio Estadual Prof. Manoel Maurício de Albuquerque - CE
Localização. O Colégio Estadual Prof. Manoel Maurício de Albuquerque fica na 22ª Região Administrativa (Anchieta), Subprefeitura Zona Norte do município ...
maps.mootiro.org/organization/2716
3
>30
3
Colégio Estadual Manoel Maurício de Albuquerque - Anchieta ...
Encontre o endereço ou o telefone de contato Colégio Estadual Manoel Maurício de Albuquerque - Anchieta Pavuna em Rio de Janeiro.
www.apontador.com.br/local/rj/rio_de_janeiro/escolas/3TY832P7/colegio_estadual_manoel_mauricio_de_albuquerque_anchieta.html
4
>30
4
Colégio Estadual Manoel Maurício de Albuquerque, Escolas em ...
Endereço, telefone, opiniões e fotos de Colégio Estadual Manoel Maurício de Albuquerque em Rua Soldado João Franco, 10, Anchieta, Rio de Janeiro.
br.kekanto.com/biz/colegio-estadual-manoel-mauricio-de-albuquerque
5
>30
5
Ciep Professor Manoel Maurício Albuquerque - Rio de Janeiro ...
Ciep Professor Manoel Maurício Albuquerque, Rio de Janeiro. 41 likes · 0 talking about this · 101 were here.
pt-br.facebook.com/pages/Ciep-Professor-Manoel-Maur%C3%ADcio-Albuquerque/114190831989055
6
>30
6
Escola estadual Manuel Mauricio de Albuquerque | Facebook
Escola estadual Manuel Mauricio de Albuquerque. 5 likes · 0 talking about this.
www.facebook.com/pages/Escola-estadual-Manuel-Mauricio-de-Albuquerque/156522827739450
7
>30
7
Colégio Estadual Manoel Mauricio de Albuquerque - Cemma ...
Colégio Estadual Manoel Mauricio de Albuquerque - Cemma, Rio de Janeiro. 1 gostos · 0 falam sobre isto.
pt-pt.facebook.com/pages/Col%C3%A9gio-Estadual-Manoel-Mauricio-de-Albuquerque-Cemma/110043789162465
8
>30
8
0515502 ciep professor manoel mauricio de albuquerque - Escolas
11 jul. 2013 ... Como está avaliada a escola 0515502 CIEP PROFESSOR MANOEL MAURICIO DE ALBUQUERQUE localizada na cidade de RIO DE ...
www.escol.as/0515502-ciep-professor-manoel-mauricio-de-albuquerque-33075069
9
>30
9
Manoel Maurício - Revista de História
Assim, em sua homenagem, ex-alunos criaram Centro de Estudos Manoel Maurício de Albuquerque (CEMMA), o Centro Acadêmico Manoel Maurício de ...
www.revistadehistoria.com.br/secao/arquivo-morto/manoel-mauricio
>30
1
10
|||Autores - Bertrand Livreiros * Desde 1732
A Bertrand Livreiros é a maior rede de livrarias de Portugal. De Norte a Sul, procuramos estar sempre perto de si. Vendemos para todo o mundo livros e eBooks ...
www.bertrand.pt/autores/indice?letra=M
Resultados da pesquisa para "Manoel Maurício de Albuquerque"
Google: aprox. 2.380.000
Manoel Maurício de Albuquerque na Ciência
Manoel Maurício de Albuquerque – Wikipédia, a enciclopédia livre
[3]. Biografia. Manoel Maurícío de Albuquerque era bacharel e licenciado em História e Geografia pela antiga Faculdade de Filosofia da Universidade do Brasil, ...
Categoria:Ex-alunos da Universidade Federal do Rio de Janeiro ...
Ex-alunos da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro‎ ... Manoel Maurício de Albuquerque · Manuel Dias de Abreu · Marcelo Gleiser ...
Centro Acadïŋ―mico CAMMA - Instituto de História da Universidade ...
Ele leva o nome de Manoel Maurício de Albuquerque em homenagem a ... (o “ Programa de Reestruturação das Universidades Federais”, do governo Lula).
Manoel Maurício - Revista de História
Mas os olhos puxados de Manoel Maurício não o impediram de ver com clareza a ... Formado em História e Geografia pela antiga Universidade do Brasil (atual ... ex-alunos criaram Centro de Estudos Manoel Maurício de Albuquerque ...
May 24 - Blog de Rogério Lustosa Bastos
25 maio 2013 ... Hoje, vocês se formaram em uma universidade pública – dizia a diretora .... [3] Manoel Maurício de Albuquerque, além de ter sido um grande ...
Paulo Henrique Amorim em Meu professor Inesquecível - Educacional
O professor Manuel Maurício tinha evidentemente, para merecer o apelido, ... com o professor Manuel Maurício foi quando entrei na universidade, na PUC, para ... comigo e devo a esse grande professor, Manuel Maurício de Albuquerque." ...
CEIRI é convidado a palestrar em evento da Universidade Federal ...
14 ago. 2013 ... CEIRI é convidado a palestrar em evento da Universidade Federal do ... às 14h, no auditório Manuel Maurício de Albuquerque do CFCH no ...
Gerson Leitão - Brasil | LinkedIn
... Fragata Liberal; Militar - Marinheiro na Marinha do Brasil - SASM. Formação acadêmica. C.E. Manuel Maurício de Albuquerque; Universidade Estácio de Sá.
O Explorador :: Manoel Maurício de Albuquerque, professor de ...
Manoel Maurício de Albuquerque (Alagoas, 1° de dezembro de 1927 - Rio de ... de professor da antiga Universidade do Brasil, mas retornou com a anistia.
Professor Manoel Maurício de Albuquerque - Limiar e Transformação
14 ago. 2009 ... Manoel Maurício de Albuquerque (1927-1981) ... Formado em História e Geografia pela antiga Universidade do Brasil (atual Universidade ...
livros referentes ao termo Manoel Maurício de Albuquerque
Assassin: The Terrifying True Story Of An International Hitman
Assassin: The Terrifying True Story Of An International Hitman
Christopher Robbins, 2013
'We took some prisoners and tied them up on the airstrip and left them out in the sun to die. Then we tied some up, put them in a DC3 and pushed them out of the door.' This is the terrifying true story of international assassin Carlos Evertsz as he ricocheted between the high life in London, Madrid and the island paradise of the Dominican...
Walter Lima Júnior: viver cinema
Walter Lima Júnior: viver cinema
Carlos Alberto Mattos, 2002
A idéia ganhara consistência em numerosos encontros com o historiador Manoel Maurício de Albuquerque, um homem de esquerda duramente perseguido pela ditadura. Eles costumavam se encontrar na casa do desenhista Ivan Wasth ...
Desenvolvimento de consultas Google
Registos de blog referentes ao termo
Manoel Maurício de Albuquerque
Seminário Conexões e Dissensos entre Religião, Saúde e Drogas : Viva Rio
vivario.org.br/agenda/seminario-conexoes-e-dissensos-entre-religiao-saude-e-drogas/
CIEP PROFESSOR MANOEL MAURÍCIO DE ALBUQUERQUE: Posse do Grêmio 2013.
Nos dias 20 a 22 de maio ocorreu a eleição para o Grêmio Estudantil. Nossa escola formou quatro chapas e a vencedora ficou conhecida no dia 23 de maio após a apuração dos votos.
ciepmanoelmauriciodealbuquerque.blogspot.com/2013/05/posse-do-gremio-2013.html
Limiar & Transformação Econômica: Professor Manoel Maurício de Albuquerque
Prezados camaradas, esta matéria fala de um dos grandes historiadores brasileiros, um resistente ao regime militar, perseguido e toturado pela ditadura, conseguiu sobreviver e ficou na lembrança de todos aqueles que prezam pela liberdade política, de expressão, organização e por uma História não alinhada aos oficiais. Por isso fica a Memória desse lutador26/02/2009 Manoel Maurício de Albuquerque (1927-1981) Cassado pelo AI-5, Maneco escreveu 'Pequena História da Formação Social Brasileira' Filipe Monteiro Apesar de alagoano, era conhecido como “China”.
limiaretransformacao.blogspot.com/2009/08/professor-manoel-mauricio-de.html
Coluna do CEMMA: A Biografia de Manoel Maurício de Albuquerque.
Vamos mostrar a vocês um pouquinho sobre a história de nosso Patrono. Manoel Maurício de Albuquerque nasceu no Estado de Alagoas em 1927 e faleceu no Rio de Janeiro em 1981, foi um professor, geógrafo e historiador brasileiro.
colunadocemma.blogspot.com/2012/08/a-biografia-de-manoel-mauricio-de.html
Blog do CEMMA - Colégio Estadual Manuel Maurício de Albuquerque: Quem foi Manuel Maurício de Albuquerque ?
Você tem essa dúvida ? Quer saber quem foi Manuel Maurício e a sua história ? Vasculhamos alguns sites de pesquisa na internet, e descobrimos a história deste grande professor , geógrafo e históriador brasileiro . Manuel Maurício de Albuquerque (Estado de Alagoas, 1927 - Rio de Janeiro, 1981) foi um professor, geógrafo e historiador brasileiro.
cemma.blogspot.com/2010/10/quem-foi-manuel-mauricio-de-albuquerque.html
Centro Acadêmico Manoel Maurício de Albuquerque História / UFRJ
TESTE TESTE TESTEFICA ASSIM ó:ABLABLABLLAALLAALLABLABLABLABBLABLABLABLLAALLAALLABLABLABLABBLABLABLABLABLLAALLAALLABLABLABLABLAFOTOSCALENDÁRIO DE ATIVIDADESINFORMAÇÕES SOBRE O CENTRO ACADÊMICO.
cammaufrj.blogspot.com/2006/03/teste-teste-teste-fica-assim.html
Universidade Federal do Rio de Janeiro
www.ufrj.br/detalha_noticia.php?codnoticia=13999
Blog de Rogério Lustosa Bastos
rogerlustosa.blogspot.com/2013/05/normal-0-21-conquistar-curso-superior-pt-br-x.html
TATARITARITATÁ: PEQUENA HISTÓRIA DA FORMAÇÃO SOCIAL BRASILEIRA
PEQUENA HISTÓRIA DA FORMAÇÃO SOCIAL BRASILEIRA - Uma leitura efetuada na quarta edição da obra “Pequena história da formação social brasileira”, do professor Manoel Maurício de Albuquerque é, substancialmente, passar a considerar uma obra assaz importante, muito esclarecedora e reveladora de observações que demonstram o desenvolvimento brasileiro, a partir da sondagem dos antecedentes históricos que circundam muito antes do nascimento e exploração da colônia até os governos militares que se apossaram ditatorialmente com o golpe de 1964, tendo seu término com o governo do general Figueiredo. O livro é enriquecido por uma abordagem econômica, jurídico-política e ideológica, acrescido de um rol bibliográfico ao término de cada parte analisada, assaz extensa e profunda, formato este que caracteriza a natureza dos estudos desenvolvidos pelo autor da obra.
blogdotataritaritata.blogspot.com/2013/03/pequena-historia-da-formacao-social.html
CEIRI é convidado a palestrar em evento da Universidade Federal do Rio de Janeiro | CEIRI Assessoria e Consultoria Técnica Ltda
Assessoria e Consultoria em Relações Internacionais, Política e Cooperação
www.ceiri.com.br/ceiri-e-convidado-a-palestrar-em-evento-da-universidade-federal-do-rio-de-janeiro/
123